Chef Neno Gutterres

12
nov

chef neno

Estou no ramo gastronômico desde 1999, com uma cozinha industrial de onde produzíamos alimentos congelados, sendo nosso principal produto Pizzas das quais levávamos as marcas dos principais clubes do estado, e depois de um acidente, em que quase perdi a vida “Não reaja a um assalto” no recomeço com as sobras dos equipamentos montei uma padaria e dai em diante aos estudos e a cozinha gourmet foi um passo, este dado em 2009 com a aquisição do Pastel de Feira em Balneário Camboriú -SC, logo transformado em um aconchegante Pub bar. Minha relação com culinária iniciou desde pequeno lá em Encruzilhada do Sul, eu me intitulava o Boleiro da família, eu amava fazer bolos, como até os dias de hoje. Quando iniciei no ramo minha família foi base de tudo, e sempre busquei neles a fonte da inspiração.

Gastronomia para mim é um alquimista louco, alguém que pesquisa e busca elementos da natureza e transforma e saciedade em satisfação, prazer mesmo.

Mensagem do chef: “Busquem, pesquisem, estudem e quando estiverem cansados recomece”.

Hoje tenho um restaurante  que  atualmente está fechado em Balneário Camboriú-SC, e um Food Truck em Porto Alegre cidade que resido atualmente.

Receita do Chef

1932396_715420635164159_1109427703_n

 

 

 

 

 

 

 

Namorado ao molho de uísque (Receita finalista do concurso gastronômico de Florianópolis)

Ingredientes:

2 postas de namorado

suco de 1/2 limão

2 xícaras (chá) de creme de leite fresco

2 xícaras (chá) de água

1/2 cebola

1 folha de louro

2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico

1/3 xícara (chá) de uísque

1 colher (sopa) de manteiga sem sal

sal e pimenta-do-reino a gosto

Sobremesa

*Gallete de Tapioca*100 g de farinha de tapioca

100 g de coco ralados fresco

100 g de açúcar refinado

250 ml de leite

Sorbet de frutas com calda de frutas vermelhas frutas morango, manga.

 

Chef Igor de Ká

10
jul

igor

Sou filho de família alemã onde todos os domingos onde casa era de comida farta e a gastronomia apurada. Quando eu era pequeno meu pai que é inventor criou uma ideia que iria revolucionar os fogões  em qualquer lugar do mundo. O Meu pai foi o inventor do acendedor embutido no fogão a gás. Sendo assim acompanhei seu inicio das atividades e o fogão ficou em minha memória como algo importante na minha vida. Sou formado em comunicação no qual exerço até os dias de hoje em horários alternativos, trabalhando em rádio local (www.sorriso953fm.com.br). E somente há 15 anos que meu robby que era a gastronomia se transformou em minha atividade principal, fui então estudar Administração de empresas no qual abandonei trocando pela faculdade de Gastronomia  e me formei em 2004, e saindo do país para efetuar minha pós- Graduação na França  onde conclui no final de 2005. Um chef de cozinha primeiramente não se forma como “CHEF”,  ele se torna realmente  ao decorrer de sua carreira e respeito e experiências adquiridas.

Gosto de me considerar sempre como um cozinheiro com o intuito de estar sempre aprendendo e estar bem assessorado pelos meus colegas também Chef’s para desempenhar as funções de meu restaurante, ao extremo da qualidade de uma cozinha que eu denomino hoje de “cozinha de almã”! Para ser um Chef cada cozinheiro deve adquirir árduas horas de trabalho em uma ou mais cozinhas até dominar todas as técnicas e receitas em seu receituário secreto. Assinando assim todos os pratos de seu restaurante e ao atendimento partindo para o “service dans le salon”, atendendo as necessidades do cliente e suas sugestões. Nesta época de transição de minha profissão, e casado com dois filhos pequenos e muitos compromissos e responsabilidades, não seria diferente e minha família me apoiou irrestritamente, sendo que minha esposa é o meu braço direito nos negócios.

Há 21 anos somos casados e ela  administrou o restaurante e cuidou das crianças com o apoio dos demais membros de minha família durante 1 ano que eu estava na Europa realizando minha pós graduação. Trabalho na minha empresa durante a maior parte do tempo, pois uma cozinha em dias normais de movimento numa cidade como a nossa de turismo constante requer atenção em detalhes, iniciando pela compra dos insumos logo cedo.

A partir daí saio em intervalos para reuniões na ABRASEL, onde desempenho cargo na diretoria da entidade, representando também a classe da gastronomia em uma cadeira no “Conselho Gestor de Eventos de Gramado”. Desempenho também atividade  na área de comunicação na Rádio Sorriso FM de segunda a sexta das 17h às 19h e, e  três vezes por semana participo de um time de basquete representando a cidade de Gramado em torneio estadual o qual nos classificamos recentemente.

A noite passo uma hora com minha família e após novamente volto ao Restaurante e fico até as 02:00 da manhã todos os dias. Nosso restaurante surgiu quando em 1996 realizamos uma pesquisa mercado para saber as necessidades e que público atingiríamos em Gramado e para nossa surpresa apareceu  a ideia de um café pequeno com um produto de origem Francesa “os Crepes”, daí estaria nascendo a Creperia Suzette, a mesma existe até os dias de hoje mas para só eventos atualmente.Depois de minha formação e meu retorno da França resolvemos ampliar nossas atividades e transformamos nosso café de 45m² em um restaurante de hoje 180m² e duas cozinhas equipadas com o nome de Ratatouille e a em 2007  apareceu  um filme com o mesmo nome do restaurante que para nossa felicidade veio abrilhantar ainda mais as atividades.

 Foi quando escolhemos o local onde estamos agora e o escolhemos por ser um marco histórico em Gramado onde havia o primeiro cinema da cidade. Nossa cozinha segue uma cozinha de almã ( ingredientes selecionados pelo chef diariamente direto do produtor local) e em todas  suas tendências para uma cozinha franco-brasileira. A gastronomia para mim é amor, paixão e vida. Todos os profissionais de outras áreas são bem vindos ainda mais pessoas capacitadas e com o principal que temos que ter em nossas cozinhas e profissões; “AMOR”.

Sofremos hoje com poucos profissionais capacitados e dedicados de corpo e alma, pois cozinha se faz somente com estes ingredientes principais:

1° – Amor;

2° – Corpo,

3° – Almã,

4° – Capacitação.

Temos hoje desenvolvido um trabalho com nossa ABRASEL nacional uma capacitação onde em pesquisa se descobriu as regiões de cada canto de nosso Brasil e suas diversidades e assim como conclusão nos foi apresentado que é sim possível trabalhar com nossa terra, iniciando com um trabalho de qualificação de nossos produtores locais e produtos de origens saindo para a nossa “cozinha de almã” como motivadora para estes produtores rurais de nosso município.

O que mais aprecio na cozinha são os produtos de nossa região e o fato de poder sempre criar algo inusitado com aquele produto! Meu maior sonho montar uma equipe de uns cinco Chef’s cada qual com sua qualidade para montar um restaurante totalmente inusitado cada dia da semana, não importando de onde seriam estes, do Brasil ou de outro local do mundo, mas com um único objetivo, desenvolver diferenciais!

Mensagem ao Jovens:

Tenham primeiramente a certeza do que querem na vida, pois a realidade na cozinha não são os holofotes e sim muito trabalho feito com amor e dedicação para ai sim um possível meio de destaque na sua profissão escolhida! Mas uma coisa muito importante é de que quanto mais nos aprofundamos na gastronomia mais percebemos de como ela é apaixonante e envolvente!

“Ver a satisfação de um comensal após degustar um prato criado por você não tem preço”.

 Emoção inesquecível:

São algumas, mas a que poderia dizer a que mais me marcou foi  quando eu estava realizando meu estágio em um restaurante na cidade de Beaune – FR, recebemos vários convidados de todos os lugares do mundo e numa oportunidade tive o prazer de montar um prato de entrada para a comitiva de Príncipe Charles da Inglaterra e fui ai chamado para ser apresentado ao Príncipe e sendo assim destacado nosso Brasil naquela noite inesquecível.

“Quando eu retornei ao Brasil eu falava em capacitar colegas auto didata e novos talentos, as escolas de gastronomia iniciando suas disseminações importantes para este fim e eu resaltava em 2006 de que o Brasil será uma potência mundial em todos os ambitos, em especial na gastronomia mundial, e hoje já se passaram alguns anos e estamos deslumbrando mais e mais este desabrochar de nossa juventude por se apaixonar cada dia mais por estas atividades que é feita de essência pura de amor!”

Quero viver desbravando o que me for possível e galgar as oportunidades que possam surgir.

Estamos em fase de construção de nosso próprio restaurante em prédio físico e ai gostaria de lançar um desafio, para quem tiver um sonho de mostrar seu potencial, e que venha se juntar a nossa equipe aqui em Gramado, esperamos de braços e corações abertos para criarmos pratos dos sonhos!

“O restaurante está em pleno funcionamento.”